14 de jun de 2010

Iluminada


Quando você me acendeu
Fiquei toda arrepiada
Vi claridade no breu
Minha alma iluminada
Senti uma febre danada
Perdi minha hora marcada
Abri minha porta fechada
E o meu corpo tremeu
Eu estava apaixonada, meu Deus

Quando você me entendeu
Eu não entendia nada
Minha vida renasceu
E amei estar sendo amada
Senti uma febre danada
Perdi minha hora marcada
Abri minha porta fechada
E o amor se rendeu
Quero ser sua namorada, meu Deus

Seja lá quem te mandou
Meu amor te recebeu
E hoje o céu de sua estrela
Menino, sou eu
Menino, sou eu

Seja lá quem te mandou
Meu amor te recebeu
E hoje o céu de sua estrela
menino, sou eu
Menino, sou eu

ILUMINADA- Maria Bethânia
composição - Roberto Mendes, Jorge Portugal

6 comentários:

Alma Inquieta disse...

Olá meu Amigo!

É, de facto, iluminada esta música!
Obrigada por partilhar a música e o poema.

Um beijo e que tenhas uma excelente semana.

Mulher na Polícia disse...

O amor é bom, mas faz uma bagunça.

; )

A Mina do cara! disse...

Meu nobre amigo, seja sempre bem-vindo ao meu blog!

Eu escuto a Bethânia desde pequeno, com a ajuda da minha mãe, que adora!

Um abraço

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela música...belo poema...grande voz de Bethânia...Espectacular....
Um abraço

carlos sousa disse...

Um grande abraço à todos os amigos que passaram por aqui. Estou tentando retornar e, aos poucos, colocarei as coisas em dia.

Brasil Desnudo disse...

BOA NOITE!

Boas recordações, ouvir Bethânia, uma das maiores interpretes da música brasileira..

Meus parabéns pelo excelente blog

Abraçoas

MARCIO RJ

clique