24 de dez de 2015

Esperança

Margens do canal Stª Bárbara - Pelotas

Esperança é o meu nome!

6 de dez de 2015

Círculo

 
Eu girando ao seu redor... 

9 de nov de 2015

Ser social

Do meu jardim
Queria ser como as abelhas, social e laborioso...
Mas fico muito a dever!
Estou longe de ser sociável e mais ainda de ser laborioso. Acho que os anos avançam sobre mim como um estrondoso terremoto. Como conter as ondas sísmicas que acabam com o resto de esperança do meu coração?
Minha fotografia vai resistir?

13 de set de 2015

Flor de Butiá

Vila Nova - Pelotas
Cores de fim do inverno.

12 de jul de 2015

É o amor



Estava pensando em você.
Alias, estou sempre pensando em você!
Na verdade, vou ser mais explicito,
Vivo somente para pensar em você!

Estava escrito,
Assim acredito,
Minh’alma destinada à tua,
Indiferente ao tom de nossas sombras,
Prefiro assim,
A verdade nua!
Arquivos do passado não têm valor
Quando há amor.

Podes até dizer que sou louco.
Mas e daí?  Amo-te assim,
De forma tão inconsequente,
De maneira tão eloquente,
Como se nada mais houvesse,
Ou que pudesse,
Com força,
Mudar meu destino,
Regular meu tino.

Desculpem-me senhores poetas
Se minha poesia é sem regras!
Como nortear os pensamentos
Se for o coração quem determina!
Houvesse razão ou inspiração,
Vindas de um plano intelectual,
Talvez houvesse mais métrica e rima.
Mas não!
São apenas amor e pele arrepiada,
É a voz embargada,
É sussurro no ouvido,
Respiração acelerada!
É aquilo que muitos esqueceram,
O verdadeiro sentido da existência,
O Amor!

21 de jun de 2015

Conta-gotas

Mirante Nossa Sra da Conceição - Canguçu
Sei que é tarde.
Tarde para abrir uma nova página,
Abrir uma nova leitura do hoje,
Do amanhã, quem sabe?
Sei que o tempo flui em baldes,
Não mais em conta-gotas,
Como era antes!
Sei que quando nasce o sol,
Já é noite para alguém,
Igual a você, igual a mim!
Queria sentir o tempo passar,
Cheirando a Jasmim!
Queria sentir o tempo passar,
Contigo, perto de mim.



28 de mar de 2015

Sem rima


Sempre quis escrever uma poesia,
Sem rima.
Sempre procurei entre palavras,
Aquelas que me demonstrassem
A necessidade de um Fernando Pessoa,
 Para descrever a leviandade da vida
Entre pontos e vírgulas.

Não foi necessário, estavas tu em minha frente,
Assim tão imponente quanto nosso amor...
Como a ladeira que leva toda água da chuva..
Como o vento sul que acaba com a esperança do pescador.
Como o desletrado que confunde,
Poema com heresia...
Não nego, estou em ti,
E confundo-me com todos os conceitos...
Amar-te assim é um pecado?
Se sim!
Sou culpado.
Perdoa-me se no final rimei!

2 de fev de 2015

Flor de tuna

Colônia Santa Maria - Pelotas



Belo instrumental de Márcio Silva.



26 de jan de 2015

Eu estava lá

Eu estava lá,
Naquela parte obscura da Lua
Naquela parte da Lua onde apenas,
Os verdadeiros amantes se encontram.
Naquela parte da Lua onde o Sol não manda.
Eu estava lá, com você!
Lá onde o brilho da alma é mais forte que  as estrelas!
Nós estávamos lá!
Brilhavam os olhos,
Brilhavam nossos desejos.
Multiplicavam-se nossas emoções!
Amém Lua!
Amém Amor!
Assim é a vida,
Assim é a Lua!
Deixe o quarto crescer!

24 de jan de 2015

Torre da solidão


capitel coríntio - folha de acanto

Rua Lobo da Costa, 1 422-Pelotas-RS
Quando a gente está só,
Aperta melancolia no peito.
Volta e meia se pega a dor no coração.
Impotente,
Inseguro,
Inútil!

Penso como ainda estivesse livre desses sintomas.
Mas aí encontro essas molduras de arte,
Espalhadas por minha cidade,
Sem ninguém a observar!
Fico deprimido num sábado à tarde
Como se estivesse preso,
Na Torre da Solidão.

23 de jan de 2015

A Banda

Banda da Brigada Militar na Praia do Laranjal - Pelotas

Mas para meu desencanto o que era doce acabou, tudo tomou seu lugar depois que a Banda passou.

21 de jan de 2015

A caminho do Laranjal

Caminho da praia
Todos querem chegar antes do por do sol...
Pôr do sol no São Gonçalo - Pelotas
Praia do Laranjal - Pelotas

Viva à vida!






3 de jan de 2015

"V" de verdade

Se for pra ser feliz,
Não importa se tiver que esperar teu tempo de amar...                                                                      
Se for pra ser feliz,
Aguento ficar longe de ti...
Se for pra ser feliz,
Pode vir com sacanagem,
Com mentiras ou com verdades
Vou sempre estar pronto pra te ver
Ou pra pra te fazer sorrir!
Te amo!

clique